Reclamação: um encontro com Héstia

Página 2 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Reclamação: um encontro com Héstia

Mensagem por Michael J. Dante em Qua Jan 02, 2013 4:17 pm

Eu era novo no acampamento, e como todo mundo eu estava tentando me adaptar naquele novo mundo, eu tenho uma personalidade meio que de sangrenta e um modo de batalhar que derrotaria um exercito de monstros em 10 segundos, não sabia sobre meu pai desconhecido foi até que me chamaram para o encontro com Héstia então ao redor da fogueira então ela pediu que eu fize-se uma oração dependente de qual Deus fosse iria cair no de meu destino, então comecei a fazer minha oração...
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Pensei Zeus ira cair bem, mais não faço tipo elétrico, apesar de eu ter bastante energia eu gosto de guerra e de batalha e destruir meu inimigos e gosto também de mostrar que eu sou o melhor, então acho que irei pedir para o Sr das Guerras, Ares peço para que me reclame como seu filho tenho características e marcas de batalhas, tenho orgulho de que eu seja reclamado como seu filho e mostrarei para todos que meu pai sempre será o Deus da Guerra, sei que eu lhe deixarei orgulhoso com meu jeito de batalhar e de viver como seu filho aclamado, nunca sonhei que seria com um filho de um Deus mais se for para ser assim espero que eu seja seu filho assim terei certeza que o meu jeito para quem eu puxei não foi atoa.

Ass: Mike

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Depois de ter terminado minha oração eu torcia para Ares ter ouvido minha preces, depois eu acabei ficando em silencio e voltando para o acampamento e aguardando a resposta de meu pai que espero que seja o Deus da Guerra.
Spoiler:
Espada Longa [Comum][Bronze Celestial]
Uma espada pesada, porém poderosa. Nas mãos de um guerreiro nato como são os filhos de Ares, a espada pode vir bem a calhar.



Ares, deus da guerra sangrenta, ouviu suas preces e atendeu ao seu chamado.

Michael J. Dante
acaba de ser reclamado

avatar
Michael J. Dante
Campista do Chalé Nº 5
Campista do Chalé Nº 5

Mensagens : 1
Data de inscrição : 02/01/2013

Arquivo Olimpiano
Pontos de vida (HP):
100/100  (100/100)
Pontos de energia (MP):
100/100  (100/100)
Equipamento:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reclamação: um encontro com Héstia

Mensagem por Isabeau Johnson em Sex Jan 04, 2013 2:34 pm

Meu nome é Isabeau Johnson, tenho 14 anos e não sei muito bem o que eu sou.

Meu pai, Alexander Johnson, é escritor. Ele é extremamente autocrítico e perfeccionista, tendo, por várias vezes, me deixado na casa da minha avó por dias até terminar um capítulo ou algum texto em que estava trabalhando. Ele diz que eu o desconcentro, mas eu sei que meu pai me ama... Por mais disfuncional que eu fosse.

Desde que me entendo por gente, não consigo me manter por muito tempo numa escola. Sou muito inteligente e tudo mais, mas tenho uma grande dificuldade em me concentrar, ainda mais quando se trata de matérias com cálculos e precisão. Dizem que sou boa em escrever, mas meu pai nunca teve tempo o suficiente para me dizer.

Minha avó se chama Marie De Ravin. Ela não se casou com o meu avô, Fellipe Johnson, então manteve seu nome de solteira, todavia, não conheci ainda um casal que se amasse mais do que esses dois. Meu avô morreu faz uns cinco anos, desde então minha avó veste preto todos os dias. Não quer dizer que ela seja triste ou algo assim, ela simplesmente entendeu que seu luto será eterno. Gosto muito ficar na casa dela, por mais maluca que ela seja; Ela adora história, vive me contando fatos completamente desconhecidos sobre a Segunda Guerra Mundial, sobre a Família Real Britânica... Mas o que ela mais gosta é mitologia grega. Ela diz que minha mãe era uma deusa, por isso eu sou inteligente, mas não consigo me concentrar.

Meu pai não gosta de falar sobre minha mãe, mas toda vez que eu pergunto e ele se esquiva, percebo que ele sorri de leve, provavelmente se lembrando dela. Não temos fotos dela em casa, nada que me faça saber como ela era, só um pingente em formato de coruja que, de acordo com a minha avó, chegou comigo no cesto em que fui deixada.

Nunca tive muitos amigos, os professores geralmente não gostavam de mim na escola. Não tenho uma beleza celestial, meu sorriso não é bonito, meus olhos são verdes e meu cabelo é cacheado... Nada de novo por aqui. Minhas roupas são aquelas que minha avó compra pra mim; vestidos rodados, saias com pregas, com renda, com babados, camisetinhas com golas fofinhas e sapatinhos de verniz. Não ligo para roupas, então não me importo muito, só não suporto quando ela quer prender o meu cabelo.

E aqui estou eu, com uma mala cheia de livros e cadernos, um vestidinho branco com um grande laço azul marinho na cintura, sapatilhas azuis combinando com o laço e os cachos presos em duas trancinhas e usando minha melhor expressão de “Ok, estou acostumada com tudo isso”. Fui mandada para a Fogueira, para conversar com minha mãe, fosse quem ela fosse. Olhei para as chamas em minha frente, elas balançavam e dançavam, como se me provocassem “Olhe aqui, você, menininha sem mãe”. Fechei bem os olhos e segurei o pingente de corujinha preso em meu pescoço e, de alguma forma, sabia a quem recorrer;

- Mãe, seja lá onde você esteja, peço para que me reconheça como sua. Peço... Imploro para que me aceite, do jeito que eu sou, por mais que eu não tenha te orgulhado muito nesses anos todos... Por favor... Atena...

As chamas se acalmaram em minha frente e senti uma lágrima gelada escorregando pela minha bochecha quente. Virei as costas para a Fogueira e fui ao Chalé de Hermes, aonde tinham me mandado ir, ainda segurando o pingente de coruja entre os meus dedos.

Spoiler:
Espada Média [Comum][Bronze Celestial]



Atena, deusa da sabedoria e da guerra estratégica, ouviu suas preces e atendeu ao seu chamado.

Isabeau Johnson
acaba de ser reclamada

avatar
Isabeau Johnson
Campista do Chalé Nº 6
Campista do Chalé Nº 6

Mensagens : 34
Data de inscrição : 04/01/2013
Idade : 21
Localização : Brasil

Arquivo Olimpiano
Pontos de vida (HP):
100/100  (100/100)
Pontos de energia (MP):
100/100  (100/100)
Equipamento:

Ver perfil do usuário http://nowhere-child.tumblr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reclamação: um encontro com Héstia

Mensagem por Etón Clesse em Dom Jan 06, 2013 8:05 pm

Não estava conseguindo dormir muito bem, acordei depois de um pequeno sonho em que um homem me pedia pegar algo para ele, acho que era um sanduba (?) e que levasse para a fogueira, não dei muita importancia para isso, o que mais me chamou atenção no mesmo era suas botas, pareciam ter asas aladas nas mesmas.

- Que maldito sonho foi esse, mas eu gostei das botas dele, quem sabe se eu não desse o sanduba pra ele eu ganhasse aquelas botas - falava enquanto criava um pequeno brilho nos olhos.

Me levantei do beliche sem fazer barulho, peguei minha mochila e fui em direção ao refeitorio do acampamento tomando cuidado para não ser pego, assim que adentrei no mesmo fui procurar pelo tal do sanduba que o homem havia me pedido, sem exito, peguei apenas um Doritos e uma Coca-Cola 600ml e fui em direção a fogueira, chegando ali não sabia o que fazer, ou dizer, apenas me sentei e esperei.
3 minutos, 5...7...10 até que derrepente escutei uma voz em minha cabeça.

- Você e idiota ou o que garoto?, Jogue logo isso na fogueira, estou morrendo de fome e Zeus me proibiu de sair. - Disse a voz que parecia estar um pouco impaciente em minha cabeça.

Com pressa taquei os suprimentos na fogueira e pensei:
- Que cara mais exigente, quero alguma coisa em troca pelo menos.

- Isso não e meu sanduba, não vai ganhar a bota que você tanto quer, mas vou lhe reclamar como meu filho, pelo trabalho. Vá e não me deixe me arrepender pelo que acabei de fazer. Até mais, meu filho. - Disse a voz de dentro de minha cabeça.

Não havia entendido muita coisa, não fazia ideia de quem era aquele homem, mais tive uma pequena impressão de que ele era Hermes, pelo simples fato de querer que eu roubasse um sanduba para ele. Que deus mais folgado.

Spoiler:

O presente:
Adaga Curta [Comum][Bronze Celestial]



Hermes, mensageiro dos deuses, deus dos viajantes e dos répteis, ouviu suas preces e atendeu ao seu chamado.

Etón Clesse
acaba de ser reclamado

avatar
Etón Clesse
Campista do Chalé Nº 11
Campista do Chalé Nº 11

Mensagens : 77
Data de inscrição : 24/07/2012
Idade : 18
Localização : Arena

Arquivo Olimpiano
Pontos de vida (HP):
100/100  (100/100)
Pontos de energia (MP):
100/100  (100/100)
Equipamento:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reclamação: um encontro com Héstia

Mensagem por Francesca Vivax em Dom Jan 06, 2013 9:56 pm

Oi, meu nome é Francesca Vivax e tenho problemas de socialização. Em todos os meus 17 anos venho lutando contra raiva e desconcentração. Não que eu tivesse uma vida ruim, minha mãe, Ann Vivax, era uma ótima mãe, por sinal. Uma fotógrafa que gostava de tirar fotos de tudo que via pela frente, a felicidade simples da minha mãe me dava nos nervos, mas ela era a única pessoa que me trazia um pouco de paz.

As vezes, eu me sentia tão deslocada...Por ser tão diferente da minha mãe. Enquanto ela era doce, educada, feliz... Eu conseguia ser carrancuda e mal intencionada. Não que fosse algo que eu quisesse, eu simplesmente era assim. As vezes, ela dizia que eu era bastante parecida com meu pai e quando eu tentava me aprofundar do assunto ela sempre se esquivava. A identidade secreta de meu pai era guardada a sete chaves e aquilo me apavorava.

Eu nunca fui bem no colégio, por mais que eu tentasse, sempre parecia que todo o esforço que eu fazia ia por água abaixo e aquilo me irritava profundamente... E foi por isso que eu comecei a treinar boxe nas horas vagas. Era um alívio poder sentir que em uma hora de treino eu me sentia tão bem. Era estranho o fato de sentir prazer batendo nas coisas, mas por mais disfuncional que isso fosse, era a mais pura verdade.

Amigos? Bem, se você considerasse um menino que jogada xadrez online como amigo eu tinha apenas um. Era difícil e na maioria das vezes doloroso sentir-se tão perdida no meio de todos. E pela primeira sinto que estou num lugar onde as pessoas parecem tão estranhas quanto eu, não sei se isso é bom ou ruim, mas não tive vontade de bater em nenhum até agora.

Aos poucos, o acampamento vai se enchendo e quando vi a enorme fogueira, por um segundo sorri. Um sorriso verdadeiro em tantos anos. Respirei fundo e com toda coragem, peguei meu pingente com o símbolo de uma espada, que tinha ganho da minha mãe quando era pequena, era algo que me protegia. Joguei o pingente na enorme fogueira e falei:

- Ares, deus da guerra e das batalhas sangrentas, reclame-me como sua filha e receba, algo me diz que te chamar de pai é certo. Por favor, proteja-me enquanto eu estiver aqui.

Spoiler:
Espada Longa [Comum][Bronze Celestial]



Ares, deus da guerra sangrenta, ouviu suas preces e atendeu ao seu chamado.

Francesca Vivax
acaba de ser reclamada

avatar
Francesca Vivax
Campista do Chalé Nº 5
Campista do Chalé Nº 5

Mensagens : 5
Data de inscrição : 06/01/2013
Idade : 21
Localização : Brasil

Arquivo Olimpiano
Pontos de vida (HP):
100/100  (100/100)
Pontos de energia (MP):
100/100  (100/100)
Equipamento:

Ver perfil do usuário http://rockybatgirl.tumblr.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reclamação: um encontro com Héstia

Mensagem por Vinik em Ter Jan 08, 2013 6:32 pm

Bem não estou muito acostumado em fazer preces mas eu vou tentar - Pensei
Estou confuso com tudo isso que esta acontecendo, pois apenas passou uma semana que estou nesse acampamento, pensei que tudo isso era apenas um sonho já que sempre durmo muito, nos primeiros dias havia buscado uma razão por estar no meio de tanta gente que diziam-se semideuses não acreditei naquilo até ontem.
Um grande amigo meu havia se revelado uma criatura mistica, não um monstro, mas sim um sátiro ele me levou para conhecer o acampamento, já que não quis ir com mais ninguém, depois que vi todos os chalés me identifiquei com um o de Hipnos, crianças que só dormiam que só saiam de lá só para comerem alguma coisa, apesar de não ser como eles por causa de minha hiperatividade, mas peço Hipnos que me reclame.

Então voltei a me sentar no meu lugar e esperei por uma resposta
Spoiler:
Quero um Bastão Longo



Hipnos, deus do sono, ouviu suas preces e atendeu ao seu chamado.

ViniciusdLucca
acaba de ser reclamado

avatar
Vinik
Conselheiro(a) do Chalé Nº 15
Conselheiro(a) do Chalé Nº 15

Mensagens : 56
Data de inscrição : 08/01/2013
Idade : 18
Localização : Acampamento meio-sangue chalé 15

Arquivo Olimpiano
Pontos de vida (HP):
100/100  (100/100)
Pontos de energia (MP):
100/100  (100/100)
Equipamento:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reclamação: um encontro com Héstia

Mensagem por Zack Collins em Qua Jan 09, 2013 9:39 pm

Em um Dia ensolarado no Acampamento Meio Sangue la esta eu Zack Collins no chalé de Hermes pelo fato de ainda nao ter sido reclamado mas nao era pra menos era meu segundo dia apenas no acampamento . Sai e fui dar uma volta pelo acampamento, passei pelo campo de treinamento e vi os filhos de ares treinando com suas espadas e lanças bom então pedi se podia treinar um pouco com eles, mesmo sabendo que meu pai podia ser um Deus meio distanciado de lutas . Mas mesmo assim insisti des de criança sempre gostei muito de praticas com espadas e lanças sabia que ali sim eu me sentia a vontade ... sentia que era com aquelas pessoas que gostaria de conviver e naquele ambiente tambem . É por isso que mas tarde naquele dia fui até fogueira onde se encontrava a Deusa Héstia e fiz minha reza ...

Deus Ares ou pai como quero le chamar gostaria que o senhor me reclamasse como seu filho. Sinto a furia correndo pelas minhas veias a sede por uma batalha , me sinto bem no ambiente que meus irmão frequentam e me sinto bem com eles tambem é por isso que pesso que o senhor me reclame como seu filho .




Ares, deus da guerra sangrenta, ouviu suas preces e atendeu ao seu chamado.

Zack Collins
acaba de ser reclamado

avatar
Zack Collins
Campista do Chalé Nº 5
Campista do Chalé Nº 5

Mensagens : 6
Data de inscrição : 06/08/2012
Idade : 17
Localização : Acampamento Meio Sangue

Arquivo Olimpiano
Pontos de vida (HP):
100/100  (100/100)
Pontos de energia (MP):
100/100  (100/100)
Equipamento:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reclamação: um encontro com Héstia

Mensagem por Morgana Hellfire em Seg Jan 14, 2013 7:32 pm

Era uma noite sem estrelas no acampamento. A lua minguante já estava brilhando no acampamento, deixando nuvens prateadas com seus raios. Me aproximo da fogueira, olhando com curiosidade para a garota cutucando o fogo. Uma rápida pesquisa mental me dá seu nome, Héstia da Lairera. Lhe dou um sorriso e um reconhecimento, sabendo que seria ótimo ter as graças de qualquer deusa e jogo minha oferenda na fogueira. A oferenda era nada menos do que o mais, mais suculento e sangrando, bife de meu prato. Esperava que chamasse a atenção de minha mãe.

“Hécate, deusa da magia negra e da lua nova. Oi. Seguinte, sou sua filha. Sim, eu sei que muitas devem falar isso para a senhora, mas alguma delas já pôs fogo nas calças do pai? Ou brincava com lobos enquanto era pequena? Ou pior ainda, fica horas olhando para a lua nova? Já passei muito tempo lendo sobre magia Wicca, e sinceramente eu tenho resultados melhores do que qualquer bruxa com quem já me deparei. Sei que sou tua filha, pela simples e inata habilidade mágica que possuo. Por favor, reconheça-me e deixe que eu te faça tão orgulhosa quanto for capaz. Juntas mostraremos ao mundo que a verdadeira Magia reside em nós.”

Termino minha breve oração, ajeitando meu chapéu de bruxa mortal. Era um excentricidade, mas eu gostava de usá-lo de qualquer forma. Me deixava mais feliz, na medida do possível. Vou para o chalé de Hermes, pensando em pregar uma peça mágica em algum campista desavisado que passasse por mim no caminho.

Cajado Longo [Comum][Bronze Celestial]
Ampliar o poder mágico é uma ambição natural dos filhos de Hécate. O cajado é a arma adequada para realizar seus desejos.



Hécate, deusa da magia, ouviu suas preces e atendeu ao seu chamado.

Morgana Hellfire
acaba de ser reclamada

avatar
Morgana Hellfire
Campista do Chalé Nº 17
Campista do Chalé Nº 17

Mensagens : 7
Data de inscrição : 12/01/2013

Arquivo Olimpiano
Pontos de vida (HP):
100/100  (100/100)
Pontos de energia (MP):
100/100  (100/100)
Equipamento:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reclamação: um encontro com Héstia

Mensagem por Ashe Praven em Ter Jan 15, 2013 2:58 pm

Eu estava caminhando pelo acampamento bem feliz por estar ali, parece que finalmente tinha encontrado o meu lugar, quando eu estava voltando para o chalé de Hermes vi uma fogueira no centro dos chalés, nunca havia dado importância para aquilo mas resolvi me aproximar dela, então eu vi uma garota ali, ela disse algo sobre eu fazer uma prece. ''Por que não?'' pensei ''Afinal, se os deuses realmente existem essa sera uma prova'' me ajoelhei próxima a fogueira e comecei minha oração, já sabia para quem orar.

Oi deuses, tudo bem ai em cima? Eu não sei por onde começar... só queria dizer que gostei bastante desse acampamento mesmo tendo sido uma punição para Dionísio é um lugar seguro para nós, semideuses. Acho que eu deveria ser mais direta, né? Eu sempre tive uma vida confusa e bem agitada, eu sempre fazia parte das peças das escolas, sim escolas. Nunca consegui parar em uma, e na hora do intervalo eu sempre carregava o meu fiel violão, eu toco bem alguns instrumentos, pelo menos é oque dizem, assim como a minha voz, os meus colegas das escolas que fazia parte sempre elogiavam minha voz quando eu cantava. Desde que cheguei ao acampamento minha... matéria? É esse o nome para as aulas daqui? Enfim. Minha matéria favorita tem sido Arco e Flecha, eu sempre acerto os alvos, tenho alguma facilidade natural com isso... então acho que eu deva pedir para você, pai me reclamar para que eu possa sair do chalé de Hermes, não aguento mais chegar lá e ver meu violão sem cordas, ou com vários desenhos nele. Peço que o senhor, Apolo me reclame, para que eu possa finalmente dizer que eu tenho um pai.
Depois disso, me levanto e fico mais algum tempo ali.

Spoiler:
Arco Médio [Comum][Bronze Celestial]
Aljava Pequena [0-20][Couro]
Flecha [Comum][Ouro][x15]
Arco e flecha são as principais armas destes campistas, que possuem mira e visão sem igual durante o dia.




Apolo, deus do Sol, das previsões e dos arqueiros, ouviu suas preces e atendeu ao seu chamado.

Ashe Praven
acaba de ser reclamada

avatar
Ashe Praven
Campista do Chalé Nº 7
Campista do Chalé Nº 7

Mensagens : 6
Data de inscrição : 11/01/2013
Idade : 20

Arquivo Olimpiano
Pontos de vida (HP):
100/100  (100/100)
Pontos de energia (MP):
100/100  (100/100)
Equipamento:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reclamação: um encontro com Héstia

Mensagem por Romeu Graciliano em Ter Jan 15, 2013 4:49 pm

Eu havia chegado a pouco tempo e estava surpreendido
Muito havia sonhado com aquele lugar, apesar de nunca compreender e deixar pra lá, como se fôsse um sonho bobo... Ver que homens-bode, Pégasus e Homens-cavalo eram reais, parecia um disturbio na realidade, achei que só tinha isso dentro de minha cabeça...

Mas não, me deparei com a mesma cena do meu sonho, um Deja-vu. De uma colina cheia de semideuses, em um acampamento pra lá de Bizarro.
Aquilo me fês crer muito mais em meus sonhos, que era até um local onde adorava estar. Sempre que dormia, adorava viajar por entre aquelas cenas inóspitas e diferentes, e anotava tudo depois que acordava.

Outro sonho meu se concretizara, quando vi aquela mulher de fogo, uma Deusa, Héstia. Eu podia repetir as palavras dela novamente, lebrava perfeitamente... mas fiquei calado. Após sua introdução breve... fechei os olhos e fiz uma oração.
-Bom, não sei de quem sou filho, mas adoraria saber... sempre morei com minha mãe adotiva, pois minha mãe era muito pobre e preferiu me dar para uma família diferente. Minha vida sempre fora boa e tranquila, baseada em sonhos e supertições... alguns deles se tornando realidade, como esse momento.
Pai, reconheça-me, por favor... para eu descobrir quem você é, e descobrir mais de mim mesmo.


Presente: Adaga Média [Comum][Bronze Celestial]




Hipnos, deus do sono, ouviu suas preces e atendeu ao seu chamado.

Romeu Graciliano
acaba de ser reclamado

avatar
Romeu Graciliano
Campista do Chalé Nº 15
Campista do Chalé Nº 15

Mensagens : 9
Data de inscrição : 15/01/2013

Arquivo Olimpiano
Pontos de vida (HP):
100/100  (100/100)
Pontos de energia (MP):
100/100  (100/100)
Equipamento:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reclamação: um encontro com Héstia

Mensagem por Harold Plutarco em Qui Jan 17, 2013 5:13 pm

Meus dias no chalé 11 não estavam ruins...
tipo, não estava muito lotado, mas, isso era o ruim... era legal quando tinha várias pessoas.
Pois dessa forma, eu podia saquear algumas pessoas...
Eu apredi isso com um filho de Hermes, flagrei ele roubando e, achei Genuíno.

Eu ja tinha várias coisinhas, pulseirinhas, anéis legais, guardados, só usaria caso os donos não estivessem perto.

Os outros chalé seram muito legais e até gostaria de ver o que ''tem'' la dentro... vai que acho uma coisa legal?

Na fogueira, rezei:
-Pai, bom...primeiramente, me desculpe por ser um ladrãozinho de chalé, e pesso desculpa aos outros deuses por isso. Mas não sou o único que rouba ali, e talvez seja o único que pediu desculpas, considerem.
Bom, queria saber quem é você... é o próximo passo depois de conhecer o acampamento, saber qual meu ''rumo'', e isso só posos saber depois que te conhecer, etenda meu chamado, por favor


Presente:
Revólver [0/6][Comum][Bronze Celestial]
Projéteis [Comum][Bronze Celestial][x18]
Faz a linha "moderno" e prefere contribuir à batalha a distância? Então nada melhor do que usar uma arma de fogo para fazer as criaturas se dissolverem em pó.



Hermes, mensageiro dos deuses, deus dos viajantes e dos répteis, ouviu suas preces e atendeu ao seu chamado.

Harold Plutarco
acaba de ser reclamado

avatar
Harold Plutarco
Campista do Chalé Nº 11
Campista do Chalé Nº 11

Mensagens : 7
Data de inscrição : 17/01/2013

Arquivo Olimpiano
Pontos de vida (HP):
100/100  (100/100)
Pontos de energia (MP):
100/100  (100/100)
Equipamento:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reclamação: um encontro com Héstia

Mensagem por Alex M. Summers em Qui Jan 17, 2013 6:27 pm

Caminhava com meu jingado para perto da fogueira. Eu sempre parecia estar meio prestes a cair, mas nunca caia... Ahhh não, anos de prática em não cair. Carregava uma variedade de frutas no prato que dariam uma ótima salada de frutas para qualquer padrões. Paro, indeciso se deveria comer as frutas ou realmente joga-las na fogueira. Dou de ombros, jogando-as na fogueira de qualquer forma. Vejo uma guria remexendo no fogo e dou um sorriso brilhante para ela. Talvez fosse mais uma alucinação, ou apenas Héstia a deusa da lareira. Inspiro os aromas, profundamente, e dou um largo sorriso. Provavelmente o que estava para fazer seria a coisa mais drogada que eu já havia feito, e olha que eu já....

“Ooooi Deméter! Tudo bem com a senhora? Escuta, todo mundo no acampamento estão dizendo que sou seu filho. Sei lá por que! Eu só consigo cultivar qualquer coisa que queira com um punhado de sementes e terra, e também meu humor vive ocilando... Ou nem tanto, já que estou sempre relax graças as minhas ervinhas especiais” Solto um risinho na frente da fogueira, atraindo olhares, mas não me importo. “ De qualquer forma, se eu realmente for seu filho adoraria ser reclamado. Já vi eles fazendo flores crescer do nada e eu simplesmente amo jardinagem... Bem, por diversos motivos, né? De qualquer forma, juro que nunca te deixarei na mão, mãe. E irei cultivar um belo campo de trigo... Assim que for rico, por outros meios... É isso, por favor me reclame, sua linda! Te amo, mãe! Nos vemos pelas plantações!”

Dou mais um sorriso para guria de vermelho, e avejo balançar a cabeça sorrindo. Espero que aquilo seja um bom sinal. Vou para o chalé 11, eu ainda tinha alguns negócios a tratar hoje.

Presente:
Cajado [Comum][Mogno]
Excelente para quem quer ampliar seu poder mágico, mas uma boa paulada com o mogno não deixa de ser eficiente.




Deméter, deusa da agricultura e das estações do ano, ouviu suas preces e atendeu ao seu chamado.

Alex M. Summers
acaba de ser reclamado

avatar
Alex M. Summers
Campista do Chalé Nº 4
Campista do Chalé Nº 4

Mensagens : 1
Data de inscrição : 17/01/2013

Arquivo Olimpiano
Pontos de vida (HP):
100/100  (100/100)
Pontos de energia (MP):
100/100  (100/100)
Equipamento:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Oração

Mensagem por Fodones da Silva em Qui Jan 17, 2013 9:15 pm

Brigão, marrento, grosso, encrenca e outros apelidos carinhosos que recebi ao longo da minha adolescência. Nunca tive um pai para me ensinar oque é certo ou errado, so lembro de minha mãe gastando seu tempo me ensinando a me defender contra ataques ou furtos.

O problema é que coisas de tipo estão sempre presentes na minha vida, para todos lados que me viro há briga ou roubos, isso sempre me faz voltar para a casa sujo ou rasgado.

Sempre fui meio "esquentado" sem bate boca, quando vejo alguém me incomodando, não pergunto o por que, ou se essa pessoa vai parar, prefiro resolver no "braço". Tudo isso foi muito estranho até que descobri que eu era um semideus, isso explicou muita coisa de uma vez, como o fato do meu pai nunca ter aparecido se quer um dia.
Após saber disso, eu sempre ia para Lareira e orava em voz baixa.

-Pai, me reconheça por favor, gostaria de saber quem você é? qual é a minha linhagem? eu tenho irmãos? estou sempre esperando o momento em que você se manifeste e me aceite como seu honrável filho.




Spoiler:
Filhos de Ares

Lança Longa [Comum][Bronze Celestial]
A arma preferida de qualquer combatente a curta distância. Filhos de Ares manuseiam lanças mais perfeitamente que qualquer outra arma.




Ares, deus da guerra sangrenta, ouviu suas preces e atendeu ao seu chamado.

Fodones da Silva
acaba de ser reclamado

avatar
Fodones da Silva
Campista do Chalé Nº 5
Campista do Chalé Nº 5

Mensagens : 1
Data de inscrição : 17/01/2013

Arquivo Olimpiano
Pontos de vida (HP):
100/100  (100/100)
Pontos de energia (MP):
100/100  (100/100)
Equipamento:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reclamação: um encontro com Héstia

Mensagem por Victoria Brown em Ter Jan 22, 2013 3:43 pm

Começamos então falando do tempo, onde o sol brilhava na aurora, e o perfume irresistível dos morangos ali encantava e blá, blá, blá. Tudo era muito lindo e maravilhoso no acampamento, se assim fosse.
Pensando bem, nem tudo. A dúvida existia, nem que fosse apenas seu restício. Mas eu estava segura de mim. Me sentia como se pudesse mudar o mundo, como se tudo ao meu redor pudesse ter um jeito de ser arrumado, apenas com a minha confiança. E com esse sentimento, tomo coragem para ir na fogueira onde a "garotinha" Héstia ficava todos os dias. Me aproximo dela e da fogueira, dizendo um "olá" e com uma pequena reverência começo a orar.

"Lady Afrodite, rezo para a Sra. pois estou com quase toda a certeza de que é minha mãe. Como eu cheguei a esta conclusão? Bom... primeiramente pelos motivos óbvios, a preocupação com a aparência. Preferia ser devorada por harpias á sair por aí com uma maquiagem mal-feita ou sapatos que não combinam, mas isso não é o mais importante. Para mim, o que mais importa é o amor, e como sei entendê-lo. É a coisa mais deliciosa e emocionante que se pode haver, e é uma pena que muitos o desprezam. Sem amor, não há vida, não há nada... - abro os olhos, e percebo que os mesmos estão lacrimejando. - ...Nada além de tristeza, solidão e ódio. Por isso, mãe, se posso chamá-la assim, peço para que não me deixe no escuro.

É, eu era bastante sentimental. Passei a noite pensando em como faria isso e não imaginei que ficaria emocionada. Passo as costas de minha mão pelos meus olhos, varrendo dali as lágrimas. Me despeço de Héstia com um "até logo, senhora", com um suspiro e um sorriso no rosto.



Afrodite, deusa do amor romântico e da beleza, ouviu suas preces e atendeu ao seu chamado.

Breeze
acaba de ser reclamada

avatar
Victoria Brown
Campista do Chalé Nº 10
Campista do Chalé Nº 10

Mensagens : 11
Data de inscrição : 22/07/2012
Idade : 21
Localização : Acampamento Meio-Sangue

Arquivo Olimpiano
Pontos de vida (HP):
100/100  (100/100)
Pontos de energia (MP):
100/100  (100/100)
Equipamento:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reclamação: um encontro com Héstia

Mensagem por Yan L. Reyvadin em Ter Jan 22, 2013 7:19 pm

É, eu não aguentava mais ficar no chalé de Hermes... tanta bagunça, tantos furtos que eu precisava andar pelo acampamento com minha mochila nas costas, eu precisava descobrir quem era minha mãe logo. Sim, minha mãe... eu sabia que era uma deusa porque eu vivia com meu pai, minha aula favorita na escola era química. Tanto teórica quanto na prática... realmente gostava de misturar cloro com sódio e formar sal de cozinha, ou cloreto de sódio... tanto faz o nome. Eu já estava no acampamento há algum tempo e conhecia algumas pessoas, realmente gostava do povo dali. Só não gostava de ficar no chalé de Hermes precisava sair dali, eu sabia que no centro dos chalés havia uma garota e caso fizesse uma oração ali para os deuses seria uma forma mais ''rápida'' para chegar aos olimpianos, seria ela uma mensageira entre o mundo mortal e o Olimpo? Não era hora de me perguntar isso, talvez quando eu conseguisse tempo para ler alguma coisa e não ter que cuidar dos meus pertences. Depois de algum tempo no acampamento eu finalmente conhecia um pouco mais dos deuses e já sabia para quem fazer a minha oração, caminho até a fogueira ainda com a minha mochila nas costas para não ser roubado pelos filhos de Hermes e ao chegar lá me ajoelho na frente da fogueira e da garota, mas antes é claro dando um olá para ela. Não sou mal educado à ponto de não dar cumprimenta-la, depois de me ajoelhar eu começo minha oração:

- Olá deuses, tudo bem ai no Olimpo? Eu acho que deveria ser direto mas vou contar um pouco da minha vida, eu sei que tem alguns deuses que provavelmente não irão gostar de ouvir. Então é só sair e voltar daqui um tempo, ok? Bem, vamos começar desde o meu nascimento. Nasci aqui mesmo em Long Island, meu pai é um professor da faculdade de química, a unica coisa que me faltava em casa é segurança. Não contra, hum, como posso dizer? Humanos? Nunca minha casa foi invadida por humanos... apenas alguns cachorros muito estranhos, a unica coisa que meu pai mandava é eu me esconder e apagar as luzes e não fazer barulhos, eu fazia isso e os cachorros iam embora depois de muito tempo. Mas era muito tempo mesmo, cerca de uma ou duas horas para eles desistirem, e eu só podia ficar escondido e tentar não fazer muitos barulhos... era realmente uma sorte eles não me acharem. Mas mudando um pouco do assunto dos cachorros, eu sempre tentava resolver os experimentos de meu pai, eu sempre acertava na segunda ou terceira tentativa. Um dia eu estava fuçando nas coisas do meu pai quando achei um livro que falava sobre mitologia grega... tá, eu não consegui ler nada daquilo por causa da minha dislexia, só consegui ler o titulo e mesmo assim depois de alguns minutos encarando a capa do livro. Então eu resolvi passar na biblioteca no caminho da escola para procurar um livro que eu entendesse sobre aquilo e blá blá blá, achei um que estava em grego antigo consegui ler e minha vida mudou blá blá blá. Tá, pode parecer clichê mas é a verdade, é oque aconteceu comigo. Meu pai me trouxe até aqui para que eu consiga as respostas e felizmente estou conseguindo, sempre gostei dos rituais feitos para invocar os deuses, assim como a sessão de poções do acampamento então acho que essa oração é para a minha mãe, a deusa da magia Hécate. Peço para que você me reclame e me deixe aprofundar meus conhecimentos no seu caminho pouco explorado, me deixe te dar orgulho. Minha mãe.
Após isso me levanto, me sentindo um pouco mais ''aconchegado'' com aquele... desabafo, é essa a palavra? Enfim, depois vou andando de volta para o chalé de Hermes, esperando não ser roubado quando entrar lá.


Spoiler:
Bastão Longo [Comum][Bronze Celestial]
Una magia e emoção no campo de batalha e, além de um excelente feiticeiro, também será um lutador destemido.



Hécate, deusa da magia, ouviu suas preces e atendeu ao seu chamado.

Yan L. Reyvadin
acaba de ser reclamado

avatar
Yan L. Reyvadin
Campista do Chalé Nº 17
Campista do Chalé Nº 17

Mensagens : 1
Data de inscrição : 22/01/2013
Idade : 19

Arquivo Olimpiano
Pontos de vida (HP):
100/100  (100/100)
Pontos de energia (MP):
100/100  (100/100)
Equipamento:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reclamação: um encontro com Héstia

Mensagem por Roran em Ter Jan 22, 2013 9:12 pm

A tarde estava clara e quente. Eu usava uma camiseta do Acampamento; cortara as mangas, pois o calor já estava incomodando.

Estava caminhando na direção da grande fogueira, que estava sempre lá, ardendo em chamas multicoloridas. Uma filha de Hécate havia me dito que o fogo da fogueira era mágico; ele refletia o estado de espirito das pessoas ao redor. Naquele momento, ela estava variando do verde ao amarelo. Acho que isso deveria significar alegria e harmonia, não é? não sei, não sei.

Parei na frente do fogo, e uma pequena labareda de várias cores irrompeu à minha frente. Acho que isso retratava meu enrvosismo. Nunca fui bom com palavras. Na verdade, não gosto muito de conversar. Sempre fui meio anti-social.
Apertei a mão esquerda, sentindo o bonequinho que eu fizera no dia anterior. Ele era apenas um bonequinho com o corpo talhado em madeira. Cada membro fora feito individualmente, assim como o tronco, o pescoço e a cabeça. Eu os havia talhado nas forjas, com a permissão dos filhos de Hefesto, e usado também os grampos metálicos de lá para juntar os membros e montar o boneco. Graças à independencia dos membros ele podia realizar quase todos os movimentos de um corpo humano de verdade. Até mesmo seus cabelos, colados um por um e feitos de pêlo de raposa, tinham um movimento realístico. Parecia mágico, balançando ao vento.
O homenzinho de madeira era atarrancado e robusto. O rosto não saíra muito bom; estava meio deformado pela minha inexperiência nos assuntos de forja, macenaria, e etc. No lugar da perna esquerda havia uma perna de pau, como dos piradas. Eu talhara pequeninas imagens de fogo deste lado.

Pus a estatuetinha de Hefesto entre mim e a fogueira.

"Caham. Olá, Hefesto. Digo, lrode Hefesto, é, desculpa, acho... Bem. Eu sou Roran, mas acho que você já deve saber disso.
Cheguei aqui no Acampamentoe sta semana. Assisti às aulas, treinei na arena, e até tive uma batalha contra uma Harpia sob supervisão de Quíron, mas ainda não me sinto
à vontade. O unico lugar em que me senti livre de verdade fora nas forjas dos filhos de Hefesto. Todos foram muito simpáticos comigo, e me deixaram trabalhar lá numa boa. Cada um em seu canto, cada um com seus projetos, cada um com sua bigorna... Isso despertou muito o meu interesse. Na verdade, foi a unica coisa que despertou meu interesse por aqui.
Então, senhor Hefesto, estou aqui lhe pedindo que olhe para mim. eu acho que sou sim um dos teus filhos. Acho que tenho, por direito, uma cama no chalé 9, e uma bigorna me esperando nas forjas. Por favor, me reclame
."

Sem saber o que fazer, encarei o bonequinho de madeira e seus cabelos avermelhados bruxelantes. Eu não sabia como Hefesto era, não sabia se aquela era a cor de seus cabelos de verdade. Mas, bem... Acho que seria apropriado o deus do Fogo ter cabelos ruivos como as chamas que ardiam na fogueira agora.




Hefesto, deus do fogo e das forjas, ouviu suas preces e atendeu ao seu chamado.

Roran
acaba de ser reclamado

avatar
Roran
Campista do Chalé Nº 9
Campista do Chalé Nº 9

Mensagens : 23
Data de inscrição : 21/01/2013

Arquivo Olimpiano
Pontos de vida (HP):
100/100  (100/100)
Pontos de energia (MP):
100/100  (100/100)
Equipamento:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reclamação: um encontro com Héstia

Mensagem por Yui em Qua Jan 23, 2013 6:58 pm

Mais uma noite encantadora no Acampamento me animava para sair do chalé de Hermes. Não suportava mais um bando de meninos traiçoeiros e ladrões. As gurias até que eram simpáticas, pelo menos! Pra falar a verdade, o que eu realmente não suportava era o fato de ser indefinida. Fazia alguns dias que eu cheguei ao acampamento e nada de ser reclamada ou ter um sinal se quer de minha mãe.
Todos me olhavam de canto, filhas de Afrodite viviam caçoando da minha cara - o que não era de se estranhar - garotos de Apolo apostando pra ver quem ficaria com a nova garota do pedaço, a estranha, desajeitada e desarrumada... Sim! Eu sou mesmo desarrumada e desajeitada e gosto de ficar no meu canto.

Nesta noite, prometi a mim mesma que não ficaria emburrada ou com vergonha dos jovens semideuses. Afinal, não poderia desperdiçar um lindo céu estrelado, noite relaxante e uma leve brisa frasca vinda do lago... O período da noite era meu preferido.
Ao chegar próxima a fogueira, aquelas belas cores alternando entre si: amarelo, laranja, vermelho...Até pequenas chamas azuis decoravam o fogo vindo das madeiras de carvalho ajeitas lado a lado formando um círculo perfeito ao chão.

Em sua volta, havia pequenas toras da mesma madeira enfileiradas seguindo a simetria da fogueira, em que cada tronco portava até 5 semideuses. Eu, como sempre, me ajeite pela 4 fileira do círculo de madeira sozinha no que deveria ser um banco.

Olhando para as chamas incandescentes no centro do local, junto minha duas mãos de forma que cada dedo da não esquerda entrelace no meio de dois da mão direita como um gesto de oração.

"Olá Lady! Quer dizer... Mãe... alias... err... Não sei bem o que dizer. Novamente estou aqui disposta a orar para ti nesta bela noite que estamos. E a senhora como esta? Tudo bem? Mãe - se é que posso te chamar assim - queria dizer que a cada dia que passo no Acampamento sem sua proteção me sinto em perigo a todo instante. Me sinto desprotegida perante a todos. Venho em mais uma noite fazer um apelo para que possa ouvir minhas preces e por de reclamar, seja por meus atos, seja por minhas decisões, mas por favor fique sabendo que serei digna de suas palavras. Não é o fato de ser Indefinida que me incomoda, é o fato que qualquer decisão ou palavra que eu digo, não valem nada para os outros."

Uma gota solitária, porém com puro sentimento, escorre pelo canto do meu olho direito lentamente até chegar a borda da minha face pronta para ser lançada a abismo até o encontro com o solo.
Deixo-me levar pelos meus sentimentos - o que dificilmente ocorria. Não era chegada a chorar pelos cantos, ficar triste... essas coisas. Preferia guardar meus sentimentos.

"Por fim, Hécate! Espero que possa ser reconhecida e aclamada por ti."

Limpo meu rosto e levanto ainsa de cabeça baixa, na expectativa de ninguém haver me notado.


Presente de Reclamação:
- Bastão Longo [Comum][Bronze Celestial]
Una magia e emoção no campo de batalha e, além de um excelente feiticeiro, também será um lutador destemido.

Hécate, deusa da magia, ouviu suas preces e atendeu ao seu chamado.

Yui
acaba de ser reclamada

avatar
Yui
Campista do Chalé Nº 17
Campista do Chalé Nº 17

Mensagens : 21
Data de inscrição : 23/01/2013
Idade : 21
Localização : Acampamento Meio-Sangue

Arquivo Olimpiano
Pontos de vida (HP):
100/100  (100/100)
Pontos de energia (MP):
100/100  (100/100)
Equipamento:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reclamação: um encontro com Héstia

Mensagem por Elix em Sex Jan 25, 2013 8:37 pm

Era uma noite quente, como as que eu mais gosto, deveria estar em torno de uns 34 graus, enquanto alguns campista dormiam no mesmo chalé que eu, eu observava o lado de fora por uma janela. de repente vejo um brilho crepitante em meio a noite, e resolvo sair.
Me Levanto rapidamente do meu saco de dormir no chalé 11, escondo minhas tralhas eletrônicas e algumas pequenas chaves de fenda que eu carregava pra 'brincar de inventar".
tomo a direção da porta, pulando sobre alguns campistas preguiçosos. quando chego do lado de fora, observo atentamente ao meu redor, e reparo na grande fogueira, e que uma garotinha remexe em meio às brasas. Ela me olha, sorri, e pede minha ajuda. imediatamente começo a mexer na fogueira, que misteriosamente se acende, em uma chama vermelha vibrante, porém que não me queima.
a garota sorri novamente e diz:

_o fogo parece gostar de você, como se ele fosse parte do seu espírito.

imediatamente eu entendo o recado, e faço minha oração:

ó pai que me forjou no calor do amor de minha mãe, assim como você forja os raios de zeus no calor do centro da terra, espero que você reconheça meu valor, e me reclame como seu filho. prometo lutar ferozmente como a chama que avança sobre a floresta, e realizar muitas conquistas em seu nome.
peço que me assuma como seu filho, ó poderoso deus das forjas, hefesto.

me despeço da garota, e retorno ao chalé para tentar dormir um pouco.


Spoiler:
Martelo de Guerra Médio [Comum][Madeira + Bronze Celestial]
Fortes como são os filhos de Hefesto, um martelo desse tipo ajudará tanto nas forjas quanto na aniquilação de monstros.


Hefesto, deus do fogo e das forjas, ouviu suas preces e atendeu ao seu chamado.

Elix
acaba de ser reclamado

avatar
Elix
Campista do Chalé Nº 9
Campista do Chalé Nº 9

Mensagens : 40
Data de inscrição : 10/08/2012
Idade : 23
Localização : sei lá... acho que eu estou perdido denovo

Arquivo Olimpiano
Pontos de vida (HP):
100/100  (100/100)
Pontos de energia (MP):
100/100  (100/100)
Equipamento:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reclamação: um encontro com Héstia

Mensagem por Jake Hightower em Seg Jan 28, 2013 10:12 pm

Chegava na fogueira com uma simples oferenda de salmão grelhado. Eu adorava comer peixe, e dizem que suas polinsaturados do complexo ômega 3 possuíam poder antioxidante e ajudavam à manter o corpo funcionando de forma perfeita, ou algo do tipo. Dou de ombros antes de virar o meu prato na fogueira. Inspiro o doce aroma que subiu e me vejo contemplando a pequena garota cutucando o fogo. Héstia, deusa dos laços familiares... Ela não parecia tão divina, mas provavelmente não queria parecer. Lhe dou um sorriso e recebo outro de volta. Volto meu olhar para a fogueira, pensando em o que dizer para minha mãe...

“Olá, mãe. Como vai a senhor? Desenhando algum projeto importante, tenho certeza. Creio que meu gosto por desenhar veio de sua mente, enquanto o gosto pela biologia foi uma consequência de viver com meu pai. Sabia que consigo desenhar prédios impressionantes ecologicamente corretos? Tenho certeza que sim. Ainda estou tentando decidir a minha carreira futura, mas creio que duas faculdades não seja algo tão ruim assim. De qualquer forma são planos para depois que eu me tornar mais velho, forte sábio e ter lido ao menos metade da biblioteca municipal de Nova York. Peço nessa momento que me reconheça como teu filho... Para que eu possa lutar com meus irmãos em batalhas para o Olimpo, defender todos da injustiça e ter acesso ao acervo do Chalé 6... Reconheça-me, minha mãe, Atena.”

Dou um sorriso para a fogueira e vou em direção ao chalé de Hermes. Quem sabe qual pegadinha quase esperta eles iriam pregar em mim naquela noite?

Spoiler:
Presente: Escudo Grande [Comum][Bronze Celestial]




Atena, deusa da sabedoria e da guerra estratégica, ouviu suas preces e atendeu ao seu chamado.

Alexander Hightower
acaba de ser reclamado

avatar
Jake Hightower
Campista do Chalé Nº 6
Campista do Chalé Nº 6

Mensagens : 1
Data de inscrição : 28/01/2013

Arquivo Olimpiano
Pontos de vida (HP):
100/100  (100/100)
Pontos de energia (MP):
100/100  (100/100)
Equipamento:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reclamação: um encontro com Héstia

Mensagem por Milla Z. Lampieri em Ter Jan 29, 2013 8:59 pm

Era dia. Eu estava observando de longe o chalé 11, onde todos os indefinidos ficam, e algo dentro de mim mesma disse que aquele não era meu lugar. Eu pudia sentir o calor da luz do sol entrando em meus poros, e de alguma forma, me deixando mais forte, mais confiante. Lembrei-me da difícil chegada até o acampamento e como foi difícil acreditar que os deuses ainda existem. Passou-me pela cabeça todos os meus talentos naturais com arco e flecha, e como eu era precisa e confiante quando estava com um ambos na mão. E havia também minha ligação com o Sol. Sempre me sentia melhor em sua presença, como se ele realmente fizesse parte de mim. E eu sabia, que isso tudo não era em vão. Eu não gostava de escrever poemas e ficar a luz do sol porque eu era simplesmente uma pessoa comum. Não. Algo dentro de mim sabia que isso tudo havia uma ligação com meu pai divino, e, após minha chegada ao acampamento, tudo pareceu fazer sentido, e pelo menos uma vez na vida eu tinha uma certeza em mente: eu era filha de Apolo. Me aproximo da fogueira lentamente e começo a fazer uma breve oração em silêncio: " Ó Lorde Apolo, deus do sol e das profecias, sinto seu sangue percorrer minhas veias, sinto parte dos seus talentos aparecendo pouco a pouco em meu caminho. E eu sei que tudo isso não é em vão. Peço que me reclame como sua filha, para que eu possa honrar teu nome desde já. Obrigada."



Apolo, deus do Sol, das previsões e dos arqueiros, ouviu suas preces e atendeu ao seu chamado.

Milla Z. Lampieri
acaba de ser reclamada

avatar
Milla Z. Lampieri
Campista do Chalé Nº 7
Campista do Chalé Nº 7

Mensagens : 4
Data de inscrição : 26/05/2012
Localização : let it burn

Arquivo Olimpiano
Pontos de vida (HP):
100/100  (100/100)
Pontos de energia (MP):
100/100  (100/100)
Equipamento:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reclamação: um encontro com Héstia

Mensagem por Kissa em Qui Jan 31, 2013 5:59 pm

Sai do chalé 11 com uma maça na mão e fui em direção da fogueira fazer minha prece para o meu pai. O caminho inteiro eu caminhe jogando a maça para cima e a pegando logo em seguida e repetindo a ação.
Assim que cheguei no meu destino fiquei um tempo parada sem saber ao certo o que fazer. Respirei fundo e falei baixo minha oração.

Meus dias no chalé 11 tem sido divertidos. Consegui várias coisas do pessoal de lá (muitos nem sabem que eu peguei). Foi tão facil como roubar doce de criança. Bem, eu gostaria que você, querido parente Olimpiano, me reconhecesse como sua filha. Bem... Hermes, acho que sou sua filha... desde pequena roubo coisas das pessoas... é legal fazer isso. Enfim... espero queo senhor, ó deus dos ladões, dos viajantes e mensageiro dos deuses me reclame logo.
Logo após joguei a maça no fogo e esperei um pouco e logo depois me virei e sai dali em direção ao chalé





Spoiler:
Presente:
Revólver [0/6][Comum][Bronze Celestial]
Projéteis [Comum][Bronze Celestial][x18]
Faz a linha "moderno" e prefere contribuir à batalha a distância? Então nada melhor do que usar uma arma de fogo para fazer as criaturas se dissolverem em pó.





Hermes, mensageiro dos deuses, deus dos viajantes e dos répteis, ouviu suas preces e atendeu ao seu chamado.

Kissa
acaba de ser reclamada

avatar
Kissa
Campista do Chalé Nº 11
Campista do Chalé Nº 11

Mensagens : 1
Data de inscrição : 31/01/2013

Arquivo Olimpiano
Pontos de vida (HP):
100/100  (100/100)
Pontos de energia (MP):
100/100  (100/100)
Equipamento:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reclamação: um encontro com Héstia

Mensagem por Vitor Mendes em Qui Jan 31, 2013 9:15 pm

Lá estava eu no chalé de Hermes, porque meu pai ainda não havia me reclamado, estou no acampamento a mais de um mês estou achando que nenhum deus gostaria de que eu fosse seu filho, mas aparentemente vou ser indeterminado para sempre como muitos semideuses.
Gostaria que isso não acontece-se, mas se acontecer aconteceu e eu ficarei morando no chalé 11 para o resto da minha vida ,já que minha mãe morreu ano passado.
Estava passeando na área dos chalés olhando cada um para ver se me identificava com algum, chale de Zeus? Nem pensar , Poseidon? Não gosto de água , e por ai foi ,o que achei melhor, foi o de Hefesto, talvez, provavelmente não porque todos os filhos de Hefesto eram bem "fortes" de trabalhar tanto nas forjas.
Eu gostava bastante de tecnologia , autômatos , armas , talvez eu fosse mesmo um filho de Hefesto , talvez.
Eu resolvi fazer uma oração para Hefesto para ver se ele iria me reclamar como seu filho. Fui até a fogueira , sentei ao lado dela e orei :

Hefesto senhor das forjas e do fogo , se eu sou mesmo seu filho me de um sinal , estou cansado de ficar no chalé 11 , gostaria de estar junto com meus irmãos e irmãs, espero que ouça essa oração .
Depois disso fui para o chalé 11 esperando que meu pai me reclamasse.



Hefesto, deus do fogo e das forjas, ouviu suas preces e atendeu ao seu chamado.

Vitor Mendes
acaba de ser reclamado

avatar
Vitor Mendes
Campista do Chalé Nº 9
Campista do Chalé Nº 9

Mensagens : 20
Data de inscrição : 17/01/2013
Idade : 20

Arquivo Olimpiano
Pontos de vida (HP):
100/100  (100/100)
Pontos de energia (MP):
100/100  (100/100)
Equipamento:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reclamação: um encontro com Héstia

Mensagem por Daniel de Cobray em Sex Fev 01, 2013 4:29 pm

Eu estava deitado no meu "espaço" dentro de chalé de Hermes, olhando para o teto e pensando em como a minha virou de cabeça para baixo depois que eu descobri sobre essas coisas de deuses e semideuses.

Então, algo interrompeu meus pensamentos. Um sinal.
O famoso som da concha ecoou por todo o acampamento, alertando a todos que era hora do jantar.

Assim como eu, semideuses e mais semideuses seguiram para ao redor de fogueira, esperando apreciar as delícias que apareceriam nos pratos mágicos.
É claro que só apareceria no prato o que você quisesse comer, então a hora da refeição era sempre bem-vinda por todos, e, como consequência, os semideuses que enchiam as mesas ao redor da fogueira estavam bem alegres.

Os pratos e taças foram postos na mesa e várias guloseimas apareceram neles, fazendo com que os campistas fossem até a fogueira fazer suas oferendas e voltassem à mesa para comeram freneticamente.

Enquanto todos comiam, eu olhava para o céu; como sempre, sem nenhuma nuvem, porém, com bastante estrelas.
Olhei para meu prato, onde havia pedaços de picanha mal passada e batatas fritas. Segurei-o pelas bordas e me levantei, indo até a fogueira.

Antes que eu chegasse perto da espiral amarela e quente, a garota que ficava ali todos os dias me abordou. Achei estranho, afinal, ela estava sempre ali e nunca tinha falado comigo.
- Bem, Daniel de Cobray - Ela disse - sei que não deve ser fácil estar aqui e vivenciar toda essa confusão de pensamentos. Mas jovem, este é o seu lar.
Estendeu o braço, indicando-me os chalés a nosso redor.
- Nós somos sua família - Continuou, e então fez um gesto de cabeça em direção a fogueira - E esta fogueira tem um papel a desempenhar. Ela possui um elo muito poderoso com o Olimpo, a terra dos deuses. Converse com ela. Peça ajuda. Faça uma prece, criança indeterminada. É óbvio que será ouvida. Eu, Héstia, deusa da lareira e dos laços familiares, te garanto.

Achei aquilo estranho. Estava ali há uma semana e não sabia que aquela garotinha era uma deusa. Mas, sem conseguir dizer nada para contestar, apenas obedeci, ajoelhando perto da fogueira. Já suspeitava quem era meu pai, mas precisava de uma confirmação.

- Ah... - Comecei, escorregando uma pedaço de carne para o fogo, que tremeluzia com a nova lenha recebida e soltava uma fumaça cheirosa que subia ao céu, desaparecendo. - Não sei se estão me ouvindo aí no Olimpo, mas... Peço... Peço que indiquem de uma vez quem é meu pai. Estou confuso, e preciso de respostas. Temo que essas respostas só virão quando eu souber a minha origem... Hefesto, deus das forjas, falo diretamente com o senhor; aqui, perto deste fogo, sinto que meu pai seja o senhor. Por favor, se eu estiver correto, me dê um sinal... - Escorrego mais um pedaço de carne e algumas batatas para a fogueira, observando a fumaça subir. Então, levanto-me e volto para a mesa, começando a comer e esperando algum sinal de minha paternidade.


Gostaria de ganhar:
Martelo de Guerra Médio [Comum][Madeira + Bronze Celestial]
Fortes como são os filhos de Hefesto, um martelo desse tipo ajudará tanto nas forjas quanto na aniquilação de monstros.



Hefesto, deus do fogo e das forjas, ouviu suas preces e atendeu ao seu chamado.

Daniel de Cobray
acaba de ser reclamado

avatar
Daniel de Cobray
Campista do Chalé Nº 9
Campista do Chalé Nº 9

Mensagens : 1
Data de inscrição : 01/02/2013
Idade : 21

Arquivo Olimpiano
Pontos de vida (HP):
100/100  (100/100)
Pontos de energia (MP):
100/100  (100/100)
Equipamento:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reclamação: um encontro com Héstia

Mensagem por Meg Winchester em Sex Fev 01, 2013 6:14 pm

Acordei mais um dia com as bagunças e armações dos filhos de Hermes no chalé numero onze, passado tanto tempo desde que vim parar aqui, tinha finalmente certeza de quem era a minha mãe, lady Afrodite. Olhei para o céu, ensolarado como sempre, nunca chovia naquele acampamento, e isso me fez sentir saudades das chuvas, a maioria das pessoas não entendem, mas chuva e frio são dois componentes tão românticos, ficar agarradinho com a pessoa que você ama embaixo do cobertor em quanto passa um filme romântico na televisão é uma coisa sem igual, uma delicia. Colhi algumas rosas, e fui em direção à fogueira, chegando em frente dela, com aquele calor fraternal, fechei meus olhos, suspirei e comecei a orar:

- Lady Afrodite, gostaria muito de lhe chamar de mãe. Tenho certeza absoluta que sou sua filha, pois quando meu pai falava de ti, os olhos dele brilhavam e parecia descrever o amor, antes eu não entendia, como que alguém parece com o amor, mas agora eu entendo você é a deusa do amor, e da beleza, ainda bem que puxei para você, não saio de casa sem se sentir bela, adoro juntar casais, até pareço ser o cupido, sempre querendo levar amor para todo lugar que eu passo, por tudo isso que disse, peço que me reclame, não aguento mais ficar no chalé 11, os filhos de Hermes são legais, mas eu nunca posso ficar mais de 5 minutos no banheiro, e isso está me matando, por favor, me reclame como tua filha.

Abri meus olhos, e delicadamente joguei as rosas na fogueira, e dela expeliu um cheiro muito agradável.

Spoiler:
Chicote de Ponta [Comum][Couro + Bronze Celestial]



Afrodite, deusa do amor romântico e da beleza, ouviu suas preces e atendeu ao seu chamado.

Meg Winchester
acaba de ser reclamada



Última edição por Meg Winchester em Sex Fev 01, 2013 8:07 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Meg Winchester
Campista do Chalé Nº 10
Campista do Chalé Nº 10

Mensagens : 2
Data de inscrição : 19/01/2013
Idade : 20

Arquivo Olimpiano
Pontos de vida (HP):
100/100  (100/100)
Pontos de energia (MP):
100/100  (100/100)
Equipamento:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reclamação: um encontro com Héstia

Mensagem por Akemi Yuko em Dom Fev 03, 2013 5:56 pm

Mais um dia estranho no Acampamento.
Meu segundo dia. Da segunda semana.
Cansada de ficar no Chalé de Hermes, resolvo tentar a sorte na fogueira, depois do jantar.
Levo uma maçã e lanço na fogueira, para Héstia, afim de que ela fosse uma "intermediária" entre eu e meu suposto pai. Ela fora simpática comigo em meu primeiro dia.

Suspiro e começo a murmurar:

"Érr... pai? Apolo? Aqui é a Lotte. Charlotte. Bom... eu já estou aqui a duas semanas, sabe? Seria bom se você pudesse me reclamar. Eu não sei bem se é você, mas minha mãe dizia que meu pai era um ser iluminado. Não sei se ela dizia isso só porque era hippie ou porque ela sabia quem meu pai era. Bom, iluminado, de fato, só pode ser você, né? Eu... me sinto bem sob o Sol. E até agora, a única coisa que consigo fazer é compor músicas sobre um garoto que conheci aqui. E meio que treinar com arco-e-flecha. Então... bom, só me reclame, por favor. Vou tentar me manter viva até poder te conhecer. E é isso... tchau, Apolo."

Olho esperançosa para a fogueira durante um tempinho, mordendo os lábios.
Tomara que ele tenha me escutado.




Apolo, deus do Sol, das previsões e dos arqueiros, ouviu suas preces e atendeu ao seu chamado.

Akemi Yuko
acaba de ser reclamado

avatar
Akemi Yuko
Campista do Chalé Nº 7
Campista do Chalé Nº 7

Mensagens : 27
Data de inscrição : 03/02/2013
Idade : 20
Localização : Acampamento

Arquivo Olimpiano
Pontos de vida (HP):
100/100  (100/100)
Pontos de energia (MP):
100/100  (100/100)
Equipamento:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reclamação: um encontro com Héstia

Mensagem por Shewdon Parter em Seg Fev 04, 2013 5:50 pm

Havia um certo tempo que eu estava nesse acampamento estranho... meu amigo bobe havia me trazido sem problemas. Digo sem problemas por causa das histórias de escoltas, acho que é assim que eles falam, escoltas que não deram muito bem ou que fracassaram. Custei a crer de imediato mas com o tempo, vi coisas estranhas de mais e meus olhos e minha mente acabaram acostumando com a ideia de eu ser um semi-deus como eles e que eu tenho uma figura divina que me ama.

Ao passar dos 4 dias, eu sempre avistava uma garota que ficava bem perto de uma fogueira nesse meio tempo, ela não se queimava. Acho que essa parte que andei acompanhando, me ajudou a acostumar com essas ideias de semi-deuses e tal. A garota aparentava ter uns 8 anos mais ou menos, ela estava sempre com um vestido marrom, possuía lindos cabelos castanhos que se movimentavam que pareciam estar em câmera lenta. Muito massa, era legal ficar observando. Na maioria do tempo, como andei observando, ela ficava com uma carinha tão solitária mas quando um campista chegava perto, principalmente um indefinido como eu, ela abria um largo sorriso e logo estavam conversando como se fossem amigos de anos.
Aprendi que ela era uma deusa, do lar eu acho. Ela se chamava Héstia.

No quinto dia, senti que estava sendo muito observado só que não parei para notar bem. Senti isso quando eu passava nas localidades perto da fogueira.
Confesso que nesse dia eu estava meio estranho, com pensamentos longe e imaginei que era paranoia minha pensar que estava sendo observado. Deixei de lado.

Em minha mesa, na mesa de Hermes junto com seus filhos e alguns indefinidos alguém começou a falar em minha mente.
_Como vai Shewdon, podemos conversar !?
Instintivamente, olhei para Héstia. Ela abriu um belo sorriso, me senti convidado e fui me sentar com ela.

Em nossa conversa sobre família e reclamações, pude notar que os deuses se preocupam com seus filhos como pais humanos. Desejei nesse momento ser reclamado. Me levantei, agradeci a Lady Héstia pelas palavras e me sentei para terminar de jantar com os meu amigos da mesa dos filhos de Hermes.

Antes de voltar para o chalé de Hermes, passando pelos demais chalés, me senti atraído por um chalé em especial. Ela bem arquitetado e belo, entrei sem ler o nome do deus e só quando eu estava lá dentro de frente a uma estátua, reparei de quem era. Lady Atena. A luz daquele chalé, o clima, tudo era tão conchegante, me sentia em casa. Chorei um pouco por lembrar de minha casa, de onde eu era, de onde eu estava antes de vir para esse local.
Ajoelhei perante a estátua. Senti um aperto no coração. Aflição, angustia, medo. Esperava que uma oração arrebatasse esses sentimentos que estavam abitando em meu coração a dias para fora.
Coloquei a mão em meu coração e fiz uma prece.

"Lady Atena, tenho um sentimento de lar vindo de vossa casa e desejo que me colha como filho. Desejo em seus braços estar, como um filho reclamado e que meus sentimentos confusos de meu coração, sejam lançados na parte mais funda do tártaro".

Spoiler:
Desejo o... Escudo Grande [Comum][Bronze Celestial] =)


Atena, deusa da sabedoria e da guerra estratégica, ouviu suas preces e atendeu ao seu chamado.

Shewdon Parter
acaba de ser reclamado

avatar
Shewdon Parter
Campista do Chalé Nº 6
Campista do Chalé Nº 6

Mensagens : 11
Data de inscrição : 28/09/2012

Arquivo Olimpiano
Pontos de vida (HP):
100/100  (100/100)
Pontos de energia (MP):
100/100  (100/100)
Equipamento:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reclamação: um encontro com Héstia

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum